EVANGELHO NO LAR
COMO FAZÊ-LO

O Evangelho no Lar deve ser feito de maneira agradável, com o máximo de interesse possível, de forma espontânea e com fé. Pode ser realizado em grupo, sem limite de participantes, ou sozinho.

Dia e horário
Um dia da semana e uma hora devem ser fixados para a realização do Evangelho no Lar. Esse dia e horário não devem ser alterados, a não ser por um fato de suma importância, impossível de ser adiado e que seja necessário se ausentar de casa.
Exemplo: quinta-feira às 20h30.

Local
Poderá ser usado qualquer local da casa, a critério dos moradores da casa, para a prática do Evangelho no Lar.

Duração
O Evangelho no Lar deverá ter entre 15 e 30 minutos. Entretanto, poderá prolongar-se mais se os participantes julgarem conveniente.

Posição dos participantes
Os participantes sentar-se-ão em cadeiras, bancos, sofás, poltronas, porém não se colocarão em volta de mesas e nem devem se colocar em círculos, pois não se trata de uma reunião espiritual.

Obs.: A prática do Evangelho no Lar não deve ser transformada em reunião mediúnica. Toda intuição e inspiração, que possam ocorrer, devem ficar no campo dos comentários gerais, no momento oportuno.

Preparação do ambiente
No local designado para a prática do Evangelho no Lar, não deve haver rádio ou televisão, em funcionamento. Aparelhos celulares e computadores devem ser desligados. Se julgar necessário pode ser colocada música de cunho espiritualista, somente orquestrada, isto é, sem canto.

Colocar uma jarra ou copos com água, para ser tomada por todos após a prática evangélica. Cinco minutos da hora marcada, no mínimo, os participantes tomarão seus lugares e se recolherão para um exame de consciência.

Início
Exatamente na hora pré-fixada, será feita a prece inicial por algum dos participantes, de maneira simples, usando as próprias palavras se possível ou, se não puder, proferir o Pai Nosso. Em qualquer caso, a prece deverá ser fervorosa.

Desenvolvimento
Concluída a prece inicial, será feita a leitura de um pequeno trecho do livro Evangelho Segundo o Espiritismo e cada participante dirá o que entendeu sobre o trecho apresentado. Aquele que estiver mais familiarizado com o assunto dará os esclarecimentos finais, visando elucidar a todos, porém, deverá fazê-lo com humildade e sem ferir os sentimentos do demais.

O livro pode ser aberto ao acaso ou, se preferir, começando pelo primeiro capítulo.

Vibrações
Feita a parte de desenvolvimento, um dos participantes fará vibrações para todas as pessoas necessitadas e os espíritos desencarnados. Todos manterão os pensamentos elevados, mentalizando as pessoas e locais que serão mencionados, envolvidos pelo nosso Mestre Jesus em muita Paz, Saúde e Amor.

Encerramento
Terminadas as vibrações, serão feitos os agradecimentos a Deus, a Jesus, a Maria e a todos os Espíritos Iluminados e, finalmente, uma prece. Como nas vibrações, um dos participantes falará e os demais devem acompanhar mentalmente.

Sugestão
Se houver tempo, leia e comente a mensagem de um dos livros: Caminho, Verdade e Vida, Pão Nosso, Vinha de Luz, Fonte Viva, Palavras de Vida Eterna. Todos de autoria do espírito Emmanuel e psicografia de Francisco Cândido Xavier.

Clique aqui para acessar preces utilizadas pela Instituição Beneficente “A Luz Divina”.

Clique aqui para ler a belíssima narração de Neio Lúcio, psicografada por Francisco Cândido Xavier, do primeiro Culto Cristão no Lar.

“O Evangelho é o Sol da Imortalidade que o Espiritismo reflete, com sabedoria, para a atualidade do mundo. Estudemos, assim, as lições do Divino Mestre e aprendamo-las na prática de cada dia.”
EMMANUEL